Dicas

5 dicas criativas para estimular a memória na 3a idade

Com o passar dos anos, é comum que o idoso tenha dificuldades de lembrar de algumas coisas. Porém, você sabia que é possível estimular a memória com alguns exercícios bem simples? Essas atividades podem proporcionar a melhoria na qualidade de vida do seu pai.

Ao envelhecer, o indivíduo sofre algumas mudanças fisiológicas e o esquecimento pode ser reflexo dessas alterações. No entanto, nem sempre essa perda de memória está ligada a doenças graves, como o Alzheimer.

Contudo, muitos se perguntam se é possível amenizar esse impacto do tempo? É sim! Basta usar a criatividade e seguir as 5 dicas deste post. Boa leitura!

1. Aproveite os jogos para estimular a memória

O cérebro pode ser comparado a um músculo. Se você não exercitar, o tecido muscular pode atrofiar e provocar a incapacidade física. A memória também funciona assim! Por isso, os exercícios para atiçar a mente são excelentes recursos para manter as capacidades cognitivas saudáveis.

Veja os exemplos de alguns passatempos que podem auxiliar a manutenção e desenvolvimento da memória:

  • jogo das diferenças;
  • jogo da memória;
  • caça-palavras;
  • palavras-cruzadas;
  • quebra-cabeças;
  • sudoku;
  • damas;
  • xadrez.

Vale até transformar o exercício em brincadeira. Que tal envolver os netos nessas atividades? Peça seu pai para ensinar as crianças a jogarem os desafios, assim, a memória do idoso será duplamente ativada, porque ensinar também ajuda a ativar o cérebro.

2. Incentive a leitura

Ao ler um livro ou até algum artigo no jornal, o idoso precisa focar a atenção na atividade, pois isso treina as memórias de curto e longo prazo. Durante a leitura, a pessoa precisa agrupar informações mentalmente para compreender a história.

Além do mais, a leitura pode auxiliar no enriquecimento do vocabulário e a melhorar a aptidão para armazenar dados novos. Quando a obra for finalizada, peça para o idoso contar o enredo do livro para continuar o estímulo.

3. Realize desafios diários

Que tal escovar os dentes com a mão esquerda — ou direita para os canhotos? E ir ao supermercado com a lista memorizada, em vez de escrita? Esses simples desafios podem auxiliar no fortalecimento da memória.

Os estímulos podem englobar todos os sentidos para exercitar o cérebro. Para usar o paladar, por exemplo, o idoso pode provar algum alimento de olhos fechados e tentar adivinhar o que foi ingerido.

4. Estimule o aprendizado de uma nova língua

Seu pai sempre sonhou em falar italiano, francês… por exemplo? Então, proporcione isso a ele. Aprender algo novo é eficaz para desenvolver a memória, além de prevenir doenças, como demência e depressão.

Matricule o idoso em uma escola de idiomas ou contrate um professor particular. Talvez, ele possa se sentir mais confortável se assistir aulas direcionadas para a terceira idade e interagir com pessoas da mesma faixa etária.

Lembra que ensinar também é importante? Portanto, para potencializar o resultado das aulas, você pode pedir que ele ensine a você alguma frase nova sempre que possível.

Essa dica vale para o estudo de qualquer coisa nova. Pode ser um curso de informática, de culinária ou algo de interesse do idoso — o importante é agregar conhecimento.

5. Encoraje a prática de dança ou teatro

Essas atividades podem não agradar todo mundo e o idoso não deve ser forçado a nada. No entanto, se esse universo for de interesse dele, vale a pena investir.

A dança e o teatro exigem a memorização de falas, movimentos, coreografia e diversas outras instruções. O exercício pode ser divertido, mantém o corpo ativo e ainda fortalecer a memória. Aliás, a atividade física é um dos cuidados imprescindíveis na terceira idade.

Porém, é importante observar se há um desinteresse atípico em qualquer dos exercícios citados anteriormente. O desânimo (para alguma das atividades acima, por exemplo prática de línguas e/ou teatro) pode ser sinal de perda auditiva ou, até mesmo, de demência. Por isso, além de incentivar todas as práticas, é importante acompanhar o desempenho do idoso.

O esquecimento é comum na terceira idade. No entanto, algumas atividades para estimular a memória podem retardar os efeitos do envelhecimento. Os exercícios são simples, divertidos e podem envolver a família toda. Utilize essas dicas para melhorar a qualidade de vida do seu pai!

Gostou do conteúdo? Então, divida essas informações com seus amigos e compartilhe o post nas redes sociais.

Você, ou seu familiar, possui alguma dificuldade auditiva. Dê o 1º passo, agende uma demonstração e faça uma demonstração gratuita com nossas soluções – 0800 011 1000

Você pode gostar
não é recomendado tirar cera do ouvido
Veja por que não é recomendado tirar cera do ouvido
5 coisas para considerar ao comprar um aparelho auditivo

Deixe seu comentário

Seu Comentário*

Seu Nome*
Seu Site

Share This