Aparelhos auditivos

Aparelhos auditivos: entenda como eles funcionam

como funcionam os aparelhos auditivos

Os aparelhos auditivos surgiram no século XVII, com o objetivo de ajudar pessoas com problemas na audição a escutar melhor. Os primeiros exemplares eram formados por cornetas acústicas que amplificavam o som. Esse processo ocorria de forma incômoda, mas cumpria sua função.

Com o passar dos anos, novas tecnologias foram surgindo, fazendo com que o aparelho auditivo também evoluísse. Hoje, esse dispositivo é extremamente pequeno, discreto e eficaz. Os novos modelos digitais são impecáveis e você saberá mais sobre eles no post.

Continue conosco para entender o funcionamento e os benefícios desses dispositivos.

Como funcionam os aparelhos auditivos?

Eles são formados por 3 partes principais:

  • o microfone, que capta os ruídos acústicos;
  • o processador, que recebe e amplifica os ruídos para convertê-los em sinais elétricos;
  • o alto-falante, que transmite os sinais para o ouvido.

Em conjunto, todos os componentes do aparelho auditivo trabalham para que as pessoas que sofrem com algum problema auditivo compreendam, de forma clara, os sons e as falas ao seu redor.

Para que o usuário tenha uma experiência ainda melhor, os aparelhos selecionam, de forma automática, os sons mais importantes e aqueles que podem ser deixados de lado — os chamados ruídos de fundo.

Quais são os benefícios do aparelho auditivo?

Mais do que recuperar a capacidade de audição, os aparelhos auditivos oferecem alguns benefícios a mais aos usuários. Veja abaixo.

Escolha do volume certo

Perder a audição não significa apenas não ouvir bem. Muitas pessoas sofrem com zumbidos e ruídos que interferem negativamente na qualidade de vida. Nesses casos, algo que deixasse o som mais alto não seria adequado.

A boa notícia é que os aparelhos auditivos não fazem isso, já que podem ser programados de forma específica e no volume correto para cada pessoa. Assim, apenas sinais sonoros indispensáveis para a compreensão são amplificados.

Outros ruídos ficam de fora para que não proporcionem uma sensação desagradável. O barulho de uma sirene de polícia ou de uma campainha, por exemplo, não será captado na mesma intensidade que o som da fala. Isso significa que não será escutado de forma estridente nem causará desconforto.

Adaptação a diferentes tipos de deficiência auditiva

Os aparelhos auditivos digitais do mais alto padrão tecnológico são adaptados para corrigir deficiências auditivas que acontecem nas mais diferentes faixas de frequência. Ou seja, todo tipo de problema pode ser corrigido por meio desse tratamento.

Tal condição é possível porque os aparelhos auditivos apresentam múltiplos canais de frequência, o que permite que a amplificação do som seja ajustada de acordo com as necessidades de cada pessoa.

Ademais, esses dispositivos contam com funcionalidades que melhoram a compreensão dos sons e da fala para situações complicadas, como uma conversa em um restaurante lotado ou em um show de rock.

Os aparelhos auditivos são, portanto, a melhor solução para casos de deficiência auditiva. Por isso, se você ou algum familiar está enfrentando problemas para ouvir, procure um especialista para adquirir o dispositivo adequado.

Que tal começar agora mesmo? Entre em contato conosco e conheça os nossos aparelhos!

Você pode gostar
mapeamento de fala
Mapeamento de fala: quais são as vantagens de fazer?
Implante auditivo: conheça os principais tipos e como funcionam

Deixe seu comentário

Seu Comentário*

Seu Nome*
Seu Site

Share This