Sobre a audição

Você conhece as causas da deficiência auditiva? Saiba mais aqui!

Causas da Deficiência Auditiva

A deficiência auditiva – conhecida também por perda auditiva ou surdez – é uma das deficiências mais comuns na atualidade, acometendo aproximadamente 16% da população mundial. Segundo dados do Organização Mundial da Saúde (OMS), de 2015 – a surdez afeta 28 milhões de pessoas no Brasil.

Essa deficiência se caracteriza pela perda total ou parcial da audição, que pode acometer apenas um ouvido ou os dois simultaneamente. Apesar de comum, ela impacta no dia a dia, dificultando o convívio social, o trabalho e a qualidade de vida das pessoas que possuem a condição.

Para atualizá-lo um pouco mais sobre o assunto, preparamos um artigo com as principais causas da deficiência auditiva. Venha conferir!

Causas da deficiência auditiva

A deficiência auditiva pode ser causada por uma infinidade de fatores, que vão desde características genéticas, até os hábitos de vida e a aquisição de doenças. Dentre essas causas podemos citar o envelhecimento, efeitos colaterais ao uso de medicamentos, acúmulo de cera no ouvido, perfuração do tímpano, traumas, mudanças bruscas de pressão, tumores e infecções.

A seguir, falaremos das causas mais comuns da perda de audição:

Envelhecimento

O envelhecimento é a principal causa da deficiência auditiva. Atualmente, é uma das principais causas que temos em nossos centros auditivos A partir dos 55 anos de idade, as estruturas do ouvido passam por um processo natural de desgaste, perdendo, pouco a pouco, a sua capacidade funcional. Como consequência, o começo de uma perda auditiva gradual que vai acontecer.

O grau da perda auditiva depende de pessoa para pessoa, estando ele relacionado com o cuidado dispensado ao ouvido ao longo dos anos, com a exposição a fatores que prejudicam a audição e com as características genéticas individuais.

Exposição a ruídos

Juntamente com o envelhecimento, a exposição a ruídos é outra causa muito comum em nossos centros auditivos, principalmente entre pessoas que trabalham em locais com excesso de ruído (barulhentos).

A exposição a ruídos intensos, por longas horas diárias – a exemplo de fones de ouvidos com música em volume alto, motociclismos e ambientes como construção civil, indústrias, fábricas e locais agrícolas – prejudica gradativamente as estruturas sensitivas responsáveis pela a nossa audição.

Já barulhos explosivos e muitos altos, como aqueles feitos por bombas, fogos de artificio, armas de fogo e buzinas, podem reduzir imediatamente a nossa capacidade auditiva.

Doenças crônicas e infecciosas

Além daquelas já citadas, as doenças crônicas e infecciosas também são causas não tão comuns, mas que também existem.

O diabetes, por exemplo, é uma doença crônica que se caracteriza por uma alta concentração de açúcar no sangue. Esse açúcar excedente causa pequenos danos aos vasos sanguíneos, inclusive, naqueles que irrigam o ouvido. Como consequência, existem riscos de prejudicarem o bom funcionamento de seu sentido.

Seguindo a mesma tendência do diabetes, a hipertensão – popularmente conhecida como pressão alta – também pode prejudicar a circulação de sangue na região dos ouvidos, dificultando a nutrição das células ciliadas que compõe a sua estrutura podendo impactar no bom desempenho de sua audição

Doenças como a meningite, o sarampo, a caxumba, o herpes, a gripe, a toxoplasmose e a rubéola são outros fatores que podem causar uma perda auditiva

Viu só como vários fatores podem atuar como causas da deficiência auditiva? Você convive com pessoas que possuem perda auditiva? Então, dê o 1º passo, agende uma triagem auditiva e teste grátis nossas soluções: www.audiumbrasil.com.br/agende

Você pode gostar
fones de ouvido
Fones de ouvido e surdez: entenda porque eles estão relacionados!
perda auditiva na terceira idade
Perda auditiva na terceira idade: fique por dentro do assunto

Deixe seu comentário

Seu Comentário*

Seu Nome*
Seu Site

Share This