Dicas

Cerúmen: entenda o que é, para que serve e como limpá-lo

Você já teve a sensação de ouvido tampado? De estar ouvindo sons abafados? Isso pode acontecer pela presença de cerúmen no conduto auditivo.

Mesmo apresentando aspectos positivos, em determinadas situações, a presença, em excesso, dessa substância pode causar alguns problemas.

Neste post, você vai entender o que é o cerúmen, para que serve e como fazer a limpeza do ouvido corretamente, evitando machucar o canal auditivo. Continue a leitura e saiba mais sobre o assunto!

O que é o cerúmen?

O cerúmen (ou cerume) é a popular “cera” do ouvido. Trata-se de uma substância produzida pelas glândulas sebáceas presentes no canal auditivo externo. Apresenta uma cor que vai do amarelo claro ao marrom escuro e um aspecto pastoso.

Rolha de cerúmen: o que é e quais são os sintomas

O ouvido externo realiza a sua própria limpeza. Suas células se regeneram de dentro para fora, de forma que o cerúmen tende a sair.

Porém, pode acontecer dela se concentrar no ouvido. Quando isso acontece, forma-se uma rolha, que pode gerar sintomas bastante desconfortáveis como: sensação de entupimento, coceira, dor, diminuição da capacidade de ouvir, zumbido, tosse e tontura.

No caso da perda auditiva ocasionada pelo excesso de cerúmen (perda auditiva condutiva), é preciso ter atenção, pois nem sempre é momentânea.

Fatores que podem levar à formação da rolha de cerúmen

Alguns elementos contribuem para a formação da rolha de cerúmen. Veja quais são:

  • anatomia do canal auditivo, que pode ser mais estreito ou tortuoso;
  • uso de hastes de algodão, uma vez que empurram o cerúmen para o interior do ouvido;
  • idade, pois ao envelhecer, o cerúmen produzido se torna mais firme e seco;
  • uso de fones de ouvido, tampões ou protetores auriculares.

Para que serve o cerúmen?

Sua função é lubrificar e proteger o ouvido de traumas e possíveis infecções causadas por fungos e bactérias. Como apresenta pH ácido, também age contra germes que possam estar presentes no canal auditivo.

Como deve ser feita a limpeza do ouvido?

O ideal é fazer a limpeza apenas do ouvido externo. Contudo, caso a pessoa apresente algum dos sintomas citados, existem três maneiras possíveis de se remover o cerúmen: por meio de irrigação, uso de ceruminolíticos e do procedimento (remoção mecânica) realizado por um otorrinolaringologista.

A irrigação consiste em inserir soro morno no ouvido, utilizando uma seringa de 200ml. Mesmo sendo algo relativamente simples, recomenda-se que seja realizado por um profissional.

Os ceruminolíticos devem ser pingados no ouvido e podem ser adquiridos facilmente em farmácias, não sendo necessário apresentar uma receita médica. Contudo, não é indicado que sejam utilizados sem a indicação de um profissional.

A remoção mecânica é o recurso mais rápido e eficiente e só pode ser feita pelo otorrinolaringologista, que retira o excesso de cerúmen com a ajuda de determinados instrumentos.

É importante ressaltar que, embora você mesmo possa realizar a limpeza do ouvido, com o objetivo de diminuir a espessura do cerúmen, o ideal é procurar um médico otorrinolaringologista — ele é o profissional mais indicado para realizar esse procedimento. Evite fazer uso de soluções caseiras e/ou indicadas por pessoas leigas, pois você pode acabar comprometendo sua audição.

O que achou do nosso post? As informações foram úteis para você? Assine nossa newsletter e receba essa e outras dicas em seu e-mail.

Você, ou seu familiar, possui alguma dificuldade auditiva. Agende uma triagem e Faça uma demonstração gratuita com nossas soluções!

Você pode gostar
carnaval e excesso de ruído
Festividades, carnaval e excesso de ruído: como proteger a sua audição?
Surdez e o isolamento social: qual é a relação?

Deixe seu comentário

Seu Comentário*

Seu Nome*
Seu Site

Share This