Sobre a audição

Descubra agora como identificar problemas auditivos!

Como identificar problemas auditivos

Os problemas auditivos têm se tornado cada vez mais comuns na atualidade. Com a “modernização” da sociedade, a ocorrência desse problema vem disparando, e hoje atinge mais de 15 milhões de pessoas em todo o Brasil.

Normalmente, a perda de audição ocorre de forma gradual, quase imperceptível, o que torna difícil o seu diagnóstico nos estágios iniciais do problema.

Neste artigo, saiba mais sobre os problemas auditivos e aprenda a identificar os principais sintomas!

Afinal, o que são problemas auditivos?

Eles se caracterizam como a diminuição — ou perda total — da capacidade de audição. Podem acometer apenas um ouvido ou os dois ao mesmo tempo. Podem ser classificados em:

  • leve: embora conversas ocorram normalmente, torna-se difícil escutar o que as pessoas dizem em ambientes com muitos ruídos ao fundo;
  • moderada: aqui começam os problemas com as conversas, especialmente em grupo, onde se torna complicado distinguir as vozes e compreendê-las individualmente. Diálogos por telefone também ficam comprometidos, e o volume dos aparelhos tende a aumentar a partir deste nível.
  • severa: sons bastante altos podem passar despercebidos, como por exemplo carros na rua.
  • profunda: com a perda profunda, sons como a turbina de um avião e explosões podem ser um dos únicos possíveis. É o nível mais grave de perda auditiva.

Quais são as principais causas?

A poluição sonora, especialmente das grandes cidades, é um dos principais fatores. No entanto, existem outras causas, como:

  • traumas;
  • doenças: otite, otosclerose, caxumba, meningite, sarampo e escarlatina;
  • alguns medicamentos, como os utilizados em quimioterapias;
  • presença de líquidos ou objetos no canal auditivo;
  • exposição prolongada a ruídos excessivos.
  • hereditariedade

Além dessas, outra causa bastante comum é a chamada presbiacusia. Essa palavra define a perda auditiva de pessoas na terceira idade (a partir dos 60 anos), e traz alterações na orelha interna.

E quais são os principais sinais?

Hein?

Na maioria das vezes, o principal sintoma é este: a pessoa está sempre pedindo para que a frase dita seja repetida por não conseguir escutá-la. Ela pode também dar respostas sem sentido, por vergonha de pedir a repetição.

Quê?

Bastante parecido com o sintoma anterior. Nesse caso ocorre o inverso: a pessoa até ouve, porém não compreende as palavras que foram faladas, pois algumas frequências ( graves/agudos | vogais/consoantes ) já não são audíveis e atrapalham na interpretação.

Abaixa isso!

O som da televisão ou rádio já esteve tão alto a ponto de você pedir para que alguém os abaixasse um pouco? Saiba que são grandes as chances desta pessoa ter problemas auditivos.

Zzzzzzz…

Aproximadamente 90% dos casos de Zumbido estão associados com perda auditiva. Isso é um sintoma comum da perda de audição, mas pode esta relacionado a outras causas também. Na dúvida, consulte um médico!

Isolamento

Fique alerta se uma pessoa antes ativa e sociável se retrair: isso pode indicar que ela não anda ouvindo muito bem.

Isso acontece devido à dificuldade em acompanhar conversas e à sensação de estar incomodando os outros com os pedidos de repetição.

A dificuldade de escutar bem atrapalha, e muito, a vida de quem sofre com problemas auditivos. As consequências vão desde questões de autoestima a problemas de segurança.

E aí, você conhece alguém que apresenta um ou mais sintomas citados? Então não perca tempo: Agende uma triagem auditiva, convide-o a fazer o teste auditivo online e simule gratuitamente! Consulte sempre um especialista em qualquer suspeita.

Você pode gostar
Queda de idosos: qual a relação com a perda de audição?
perda auditiva
Como ruídos no ambiente de trabalho podem aumentar a perda auditiva?

Deixe seu comentário

Seu Comentário*

Seu Nome*
Seu Site

Share This