Sobre a audição

Entenda mais sobre a surdez: veja suas causas e tratamentos

A surdez (também conhecida como deficiência auditiva) é uma das deficiências mais comuns de serem encontradas na atualidade. Ela pode acontecer de forma parcial ou até mesmo definitiva, incapacitando a pessoa das funções auditivas – socialização e localização sonora, entre outras –  de forma permanente, consequentemente prejudicando o seu dia-a-dia.

Essa complicação se dá, basicamente, de dois modos: de forma genética, quando o bebê já nasce com o problema; ou durante a vida, com a perda da função auditiva por conta de algum fator externo.

Conhecer mais sobre o assunto é fundamental, principalmente para quem está identificando a dificuldade auditiva em algum familiar, ou está percebendo em si as dificuldades de comunicação. Este post trará tudo o que você precisa saber, inclusive sobre tratamentos. Confira!

Diferentes causas da surdez

A perda de audição pode acontecer por diferentes fatores, veja abaixo:

Surdez adquirida

Nesse tipo de surdez, a dificuldade é adquirida durante a vida, podendo ser por diversos motivos. Algumas doenças podem resultar na perda da audição, como rubéola, toxoplasmose, sarampo, sífilis, herpes, diabetes, pressão alta, meningite, otosclerose, otite, tumores no ouvido e doenças cardiocirculatórias. Apesar de não serem os casos mais comuns nos centros auditivos

As causas mais comuns de perda de audição ao longo da vida são:

  • envelhecimento;
  • exposição a excesso de ruídos;
  • infecções de ouvido frequentes
  • efeito colateral de medicamentos de quimioterapia;

Surdez congênita

Nesse tipo de surdez o bebê nasce com perda auditiva, isso pode acontecer devido à ingestão de medicamentos pela gestante, por conta de doenças durante a gravidez ou, simplesmente, por causas hereditárias.

Bebês prematuros, por exemplo, estão suscetíveis ao problema pela possibilidade de má formação das funções auditivas.

Outras intercorrências, como infecções hospitalares que necessitam do uso de medicamentos que tem como efeito colateral a perda de audição; a retirada inadequada do bebê na hora do parto e a falta de oxigenação, também podem resultar em surdez.

Tipos de surdez

A surdez, ou perda auditiva, pode ser causada pela disfunção em locais diferentes no ouvido, e assim, elas são classificadas em perda auditiva condutiva ou neurossensorial ou mista. Abaixo explicamos cada uma delas.

Surdez de condução

Nesse caso, o problema está em algum fator que causa o bloqueio da passagem de som para o ouvido interno, ou seja, pode ser por excesso de cera acumulada no ouvido, rompimento de tímpano, infecções ou tumores de menor gravidade.

Surdez neurossensorial

Mais comum, a neurossensorial é quando o ouvido interno é diretamente prejudicado, sem que seja por problemas no externo ou médio. Nesse caso, o som não é transmitido ao cérebro. Isso acontece devido à degeneração das células auditivas.

As causas são exposição a níveis altos de som, doenças como pressão alta, diabetes, doenças genéticas ou surgimento de tumores.

Surdez Mista

Nesse caso, há a combinação entre a surdez congênita e a neurossensorial, ou seja, há disfunção tanto no ouvido externo quanto no ouvido interno

Tratamentos de surdez

O tratamento, na maioria dos casos é simples, precisando apenas de uma limpeza mais profunda para a retirada de cera, ou algum tipo de secreção no ouvido. Com uma perda auditiva diagnosticada, o uso dos aparelhos auditivos se tornam uma solução. Em outros casos, pode ser necessária a correção de algum problema ou deformidade por meio de cirurgia.

Os aparelhos auditivos têm grande importância para auxiliar na recuperação das funções auditivas. Eles podem ser indicados e usados para todos os tipos e graus de perdas auditivas.

É importante saber as causas da surdez para entender como tratar os problemas. Esses fatores são amplos e variam muito, portanto, se faz fundamental o conhecimento e acompanhamento de profissional habilitado.

Gostou do texto? Aproveite e baixe o e-bookOuvir melhor é viver melhor” e saiba mais sobre a perda auditiva e os benefícios de ouvir bem!

Você, ou seu familiar, possui alguma dificuldade auditiva? Agende uma triagem e venha tomar um café conosco para conversarmos sobre sua saúde auditiva

Você pode gostar
Síndrome de Ménière – Tire suas principais dúvidas
ruído branco
Afinal, o que é ruído branco e como ele afeta o cérebro positivamente?

Deixe seu comentário

Seu Comentário*

Seu Nome*
Seu Site

Share This