Dicas

Festividades, carnaval e excesso de ruído: como proteger a sua audição?

carnaval e excesso de ruído

Ao longo da vida, o excesso de ruído em alguns locais e épocas vai acontecer naturalmente. Ao mesmo tempo, é essencial saber o que prejudica a audição, justamente para ter a oportunidade de evitar danos maiores no futuro.

Até situações corriqueiras podem trazer um excesso de ruídos que cause graves problemas auditivos. Então, nada melhor do que conhecer esses cenários para ter a chance de se prevenir, não é?

Na sequência, entenda o que prejudica a audição no cotidiano e descubra a importância de se cuidar nesse sentido!

Carnaval

Em certas épocas do ano, há comemorações animadas e com alto nível de ruído. O Carnaval é a principal festa brasileira e arrasta milhões de pessoas para as ruas em todo o país.

Os tradicionais blocos, trios elétricos e desfiles de escolas sempre contam com bastante gente ao redor, o que significa um alto nível de barulho. As marchinhas e as músicas típicas também ficam bem altas e tudo isso influencia a experiência. Tantos ruídos diferentes podem prejudicar a audição, ainda que de maneira pontual.

Fogos de artifício

No final do ano e durante várias celebrações, é comum ver o uso de fogos de artifício. Embora os sem barulho estejam se popularizando, a maioria ainda conta com o estouro que precede o brilho no céu.

Dependendo da proximidade e da intensidade, o impacto sonoro é muito grande. Como resultado, os zumbidos no ouvido surgem como o incômodo principal dessa exposição. A situação é especialmente perigosa se os fogos não forem manipulados corretamente, pois isso pode gerar impactos permanentes na audição.

Shows musicais

Comparecer a eventos musicais é uma forma de se divertir e de aproveitar os seus artistas favoritos. No entanto, pode se tornar um dos motivos que levam a prejuízos na audição — inclusive, em longo prazo.

Isso acontece ao ficar perto demais dos alto-falantes. Sem o controle do nível de ruídos, esse é um problema com potencial de causar pequenas lesões e gerar o zumbido de ouvido.

Estádios esportivos

Entre o que prejudica a audição, o comparecimento a estádios também pode ser um fator. Para assistir a uma disputa esportiva, como um jogo de futebol, muita gente decide ir ao local. No entanto, a audição sofre com essa decisão.

A presença de um grande número de pessoas e de ruídos diferentes motiva os incômodos. Os cantos das torcidas e até os alto-falantes dos estádios levam a essa situação. Evite a exposição por um longo período e aproveite com sabedoria.

Ambientes de trabalho barulhentos

Entre os problemas, um dos mais importantes é a presença em locais de trabalho barulhentos. Com uma jornada que inclui dezenas de horas por semana, a exposição aos ruídos é prolongada e favorece a ocorrência de danos permanentes, como a perda de audição.

Nesse caso, o empregador tem que fornecer protetores auriculares. Os funcionários devem usá-los a todo instante para evitar o ruído de máquinas, processos e até de muitas pessoas no entorno.

Entre festividades, opções de lazer e obrigações do cotidiano, saber o que prejudica a audição é fundamental. Após reconhecer isso, é preciso procurar alternativas para cuidar melhor do ouvido nesses ambientes, como o uso de proteção específica.

>> Já que o tema tem a ver com a saúde dos nossos ouvidos, conheça 4 cuidados com a audição que todos deveriam ter.

>>  Você, ou algum ente querido, possui alguma dificuldade auditiva ? Agende uma Demonstração Gratuita com nossas soluções e sinta a diferença! 0800 011 1000 – www.audiumbrasil.com.br/agende

Você pode gostar
Deficiente auditivo e restaurante: 5 dicas para escolher um bom estabelecimento
zumbido e tratamento
Zumbido no ouvido: entenda o que ele pode significar sobre sua audição

Deixe seu comentário

Seu Comentário*

Seu Nome*
Seu Site

Share This