Sobre a audição

Fones de ouvido e surdez: entenda porque eles estão relacionados!

fones de ouvido

Você já parou para pensar em como a saúde auditiva é importante para a sua comunicação e localização? Afinal, boa parte do que fazemos envolve interações, desde uma simples ida ao mercado até um encontro de fim de semana com a família. Mas será que você conhece a relação entre fones de ouvido e surdez?

Pode parecer que não, mas o uso desse dispositivo é um dos fatores que ajudam a provocar a perda auditiva. Pensando nisso, decidimos contar no post de hoje como os fones danificam a sua audição e quais são os cuidados que você não pode deixar de tomar. Continue lendo para conferir!

Qual é a relação entre os fones de ouvido e a perda auditiva?

O problema dos fones de ouvido não está na sua frequência de uso, e sim no seu volume. Quando é muito alto, ele pode antecipar os casos de PAIR (Perda Auditiva Induzida por Ruído), que acontece quando a célula ciliada do ouvido interno fica lesionada por efeito do som.

Esse é um tipo de lesão que tem se tornado comum em pessoas jovens — os principais utilizadores dos dispositivos. Em longo prazo, a exposição exagerada pode matar algumas células auditivas, sem a regeneração posterior.

Tal efeito, contudo, não é exclusivo dos fones de ouvido. Máquinas industriais, motocicletas, foguetes e armas de fogo também são possíveis causadores de PAIR. O grande problema desse tipo de perda é que não há cura, apenas a prevenção da sua evolução.

Como fones de ouvido danificam a sua audição?

A exposição aos ruídos pode causar mais problemas do que parece além da surdez, passando para distúrbios digestivos, estresse e até pressão alta.

De forma geral, os limites considerados aceitáveis variam de acordo com cada norma: ficam entre 35 e 60 decibéis. Já o nível máximo costuma ser de 85 decibéis, em até oito horas. Quanto maior for a intensidade do som, menor deve ser o tempo de exposição, de modo que volumes altíssimos devem ser ouvidos pelo menor tempo possível.

Esses problemas costumam ser antecipados por alguns sintomas, como zumbido, falta de concentração, dificuldade de ouvir palavras, necessidade de aumentar o volume da televisão em níveis fora do comum, entre outros.

Como prevenir essa perda auditiva?

O primeiro passo é ficar de olho no volume do som. Se outras pessoas conseguem ouvir o que você escuta em seu fone a 1 metro de distância, isso não é um bom sinal. Além disso, usar dispositivos que abafam os ruídos externos pode ajudar — com eles, a tendência de o usuário aumentar o volume para suprimir o som ambiente é menor.

Não se esqueça de que dormir com fones de ouvido também pode provocar consequências ruins. Afinal, nesses casos a exposição se torna ainda mais prolongada, já que você passa a não ter mais controle do tempo durante o qual quer continuar ouvindo, nem do volume do som.

Enfim, se você ainda não conhecia essa relação entre fones de ouvido e surdez, agora entende que é preciso tomar alguns cuidados para manter a saúde auditiva, certo? Por outro lado, vale ressaltar que, se usados com cuidado, esses dispositivos não vão provocar nenhum problema.

Gostou da leitura? Então, o que acha de receber mais dicas exclusivas para cuidar da sua saúde auditiva? É só assinar a nossa newsletter!

Você pode gostar
Grau de perda auditiva: como identificar e tratar?
Exame de audição: conheça quais são os 2 principais

Deixe seu comentário

Seu Comentário*

Seu Nome*
Seu Site