Dicas

Paciência com idosos: saiba como manter a boa convivência

Paciência com idosos

Os idosos são pessoas muito sensíveis e, ao mesmo tempo, valorizam a autonomia. Eles têm sua própria rotina e não gostam de depender de terceiros para nada. No entanto, com o avanço da idade o organismo passa por diversos desgastes, forçando-os a desacelerar e a ter mais cuidado ao realizar atividades. Nesse sentido, ter paciência com idosos é fundamental para manter a boa convivência.

Com respeito e carinho é possível convencê-los a fazer até mesmo aquelas atividades que não gostam muito. Dessa forma, você consegue proporcionar um ambiente harmônico e saudável para toda a família.

Neste artigo listamos algumas dicas muito eficientes que ajudarão você a manter a boa convivência com os idosos. Continue a leitura e confira!

Aceite seus limites

Os idosos não têm tanta mobilidade quanto os mais jovens, nem a mesma velocidade para receber as informações. Muitas vezes, pode acontecer de você ter que repetir o que foi dito, falar mais alto, ajudar a usar aparelhos eletrônicos etc. Tudo isso é necessário porque eles apresentam limites de concentração, equilíbrio e força.

Nesse sentido, é importante que você compreenda essas limitações e entregue a eles responsabilidades que não prejudiquem a sua qualidade de vida. Serviços domésticos, por exemplo, nem sempre são leves.

Assim, sempre que for fazer uma faxina na casa, peça para o idoso ajudar somente com aquilo que não comprometerá sua integridade física. Nesse caso, práticas como arrastar móveis ou lavar calçadas estão fora de cogitação, pois podem causar quedas e até lesionar alguma área do corpo, como a coluna.

Tenha respeito acima de tudo

O respeito é a base de qualquer relacionamento, principalmente quando nos referimos às pessoas idosas. Lembre-se de que elas já têm seus costumes e valores estabelecidos há muito tempo, portanto, respeitar suas opiniões é fundamental para não criar atritos desnecessários.

Além disso, em hipótese alguma essas pessoas devem ser tratadas como indivíduos que “vivem às suas custas”. Muito pelo contrário, você precisa fazer com que o idoso se sinta importante e amado dentro do próprio lar.

Argumente demonstrando carinho

Nem sempre é fácil lidar com idosos. Muitas vezes, ele são teimosos e questionam tudo o que você faz. Mais uma vez, é preciso ter paciência para fazê-los entender o que é melhor para eles naquele momento.

Por exemplo, se o idoso apresenta muita resistência aos cuidados com a higiene, você precisa estabelecer uma rotina para que ele entenda que, quando chegar determinado horário, precisará tomar o seu banho.

Argumente demonstrando o carinho que você sente por ele. Nesse caso, fale o quanto o ama e, por isso, não quer vê-lo sofrer por conta da falta de higiene.

Demonstrar paciência com idosos é muito importante para cuidar da saúde deles. Isso porque um ambiente hostil, cheio de brigas e confusões, pode desencadear problemas sérios, principalmente em relação ao quesito emocional, como ansiedade e depressão. Então, faça com que o seu lar seja acolhedor o suficiente para proporcionar tranquilidade e alegria a quem você ama.

O que achou das nossas dicas? Quer ter acesso a mais delas? Assine a nossa newsletter para receber os próximos conteúdos em primeira mão!

Você pode gostar
Entenda o que é Memória Auditiva
Entenda o que é a memória auditiva e conheça 3 dicas para desenvolvê-la
integração dos idosos
5 dicas para promover a integração dos idosos que você não pode perder

Deixe seu comentário

Seu Comentário*

Seu Nome*
Seu Site

Share This