Sobre a audição

Por que fazer o teste auditivo é importante? Entenda!

Teste Auditivo

Qualquer pessoa pode sofrer com problemas de audição, independentemente da idade e outras condições de saúde. Sabendo disso, estar com o teste auditivo em dia é essencial para detectar alterações o mais rápido possível.

O exame é realizado com o objetivo de analisar o funcionamento do ouvido e a capacidade auditiva do indivíduo, prevenindo complicações e permitindo que o tratamento seja aplicado o quanto antes. Quer descobrir como esse teste funciona? Então, não deixe de ler este artigo, pois, explicaremos tudo o que você precisa saber sobre ele. Vamos lá?

O que é o teste auditivo?

Ele se chama audiometria. O teste trata-se de um conjunto de exames realizados para avaliar a capacidade auditiva de uma pessoa. Por meio dele, o fonoaudiólogo — profissional responsável pela sua aplicação —, identifica alterações nos ouvidos e, em seguida, junto à um médico otorrinolaringologista recomenda-se as medidas que devem ser tomadas, como o uso dos aparelhos auditivos.

Quais são os procedimentos realizados nesse exame?

A sequência de exames realizados na audiometria permitem detectar se o indivíduo sofre ou não de algum problema auditivo e determinar qual é o grau de perda. Primeiramente, o profissional investigará a história clínica da pessoa, perguntando a ela sobre exposições frequentes a ruídos e outros incidentes, se seus familiares apresentam problemas auditivos e se ela escuta melhor com um ouvido do que com o outro. Em seguida, começam os procedimentos.

Exame inicial

O fonoaudiólogo examina os ouvidos com um instrumento chamado otoscópio. Com esse exame, ele consegue visualizar se há algum impedimento na realização do exame, como a presença de rolha de cera.

Testes de audição

A próxima etapa são os exames de audição, que são feitos em uma cabine ou sala isolada de ruídos. O primeiro, chamado de teste de tom puro, verifica a capacidade do indivíduo em ouvir diferentes frequências de sons. Em seguida, é realizado o exame por via óssea, o qual deverá acusar as percepções das vibrações no osso mastoide.

O próximo teste realizado é o de fala, que consiste em verificar se a pessoa apresenta dificuldades de entender o som da voz e indica problemas no nervo auditivo, que envia os sinais captados para o cérebro.

Existe outro exame que, geralmente, acompanha a audiometria que é a timpanometria. Este exame analisa o movimento do tímpano e as condições do ouvido médio.

Audiograma

Os resultados obtidos são apresentados em um audiograma, que evidencia a perda auditiva e se é necessário o uso de um aparelho para corrigir essa condição.

Qual a importância do exame auditivo?

O teste auditivo é fundamental para detectar a perda da audição logo no início, antes que a condição se agrave e resulte em problemas ainda mais graves na vida de uma pessoa. Por isso, é muito importante colocá-lo na lista de exames de rotina, que devem ser realizados, pelo menos, uma vez ao ano.

Ademais, pessoas que estão frequentemente expostas a sons altos, como funcionários de fábricas, casas de shows e pilotos de avião, devem ser submetidos a exames auditivos pré-admissionais e de rotina para verificar se houve alguma alteração.

A audiometria ocupacional é fundamental para detectar problemas auditivos nos colaboradores o mais rápido possível, o que evita agravamentos, aumenta as chances de recuperação e garante o bem-estar de todos.

Viu só como o teste auditivo é importante? Por isso, não se descuide e agende consultas periódicas para fazer esse exame e prevenir problemas de audição. Essa é a melhor forma de preservar a saúde dos seus ouvidos.

Gostou desse conteúdo? Então, assine a nossa newsletter e receba nossos posts diretamente no seu e-mail. Aproveite!

Você pode gostar
Queda de idosos: qual a relação com a perda de audição?
5 consequências da Perda Auditiva na Terceira Idade que você precisa saber

Deixe seu comentário

Seu Comentário*

Seu Nome*
Seu Site

Share This