Sobre a audição

Surdez súbita: Entenda esse tipo de surdez que acontece repentinamente

Os problemas relacionados à audição podem acometer pessoas das mais diversas faixas etárias. Em geral, a deficiência auditiva pode ser congênita ou adquirida. Dessa forma, ou já se nasce com alguma complicação ou ela vai surgindo aos poucos e ao longo da vida. Porém, em alguns casos, pode ocorrer a surdez súbita, uma condição que se manifesta de forma repentina.

A dificuldade para ouvir o que o outro fala acaba sendo um obstáculo. Os transtornos auditivos podem levar ao isolamento social. Assim, é preciso ter atenção e observar se você ou alguém da sua família tem apresentado alguma alteração no que diz respeito à capacidade auditiva.

E quando alguém apresenta surdez súbita? O que fazer nesse caso? Continue a leitura do post e entenda melhor o assunto!

O que é a surdez súbita

A surdez súbita é uma condição na qual alguém perde repentinamente a capacidade de ouvir. Pode ser unilateral (acomete apenas um dos ouvidos) ou bilateral (acomete os dois ouvidos). Desse modo, a pessoa pode ter ido dormir sem nenhuma alteração no que diz respeito à audição e acordar sem ouvir .

As principais causas

Geralmente, a perda auditiva nesses casos está ligada ao aparecimento de alguma infecção no ouvido e costuma ser reversível.

No caso da surdez súbita, as causas mais comuns são:

  • doenças virais;
  • infecções bacterianas;
  • medicamentos (como antibióticos e/ou anti-inflamatórios);
  • traumas acústicos (devido à exposição a sons muito altos);
  • atividades físicas intensas (como levantamento de peso);
  • rompimento do tímpano.

Contudo, a surdez súbita também pode ser idiopática, ou seja, o fator que desencadeia essa condição não é identificado.

Os sintomas

Os sintomas que costumam estar presentes em um quadro de surdez súbita são:

A surdez súbita é reconhecida com mais facilidade nos adultos, pois eles sabem indicar com mais precisão o momento em que o problema teve início. Já em relação às crianças, não se pode determinar com exatidão, visto que, muitas vezes, esse transtorno só é percebido algum tempo depois pelos pais, professores e/ou responsáveis.

O tratamento

Ainda não existe um tratamento específico para os casos de surdez súbita. De modo geral, após a realização do exame clínico, é feita uma audiometria. O médico especialista pode receitar medicamentos (corticoides, anti-inflamatórios e vasodilatadores, por exemplo). Em alguns casos, a audição volta ao normal em pouco tempo.

Porém, quando não há sinais de melhora durante o tempo em que a pessoa faz uso dos medicamentos prescritos, o otorrinolaringologista pode recomendar o uso de aparelhos auditivos.

É muito importante lembrar que o tratamento mais eficiente para a surdez súbita é a prevenção. Assim, é necessário buscar informações a respeito de medicamentos ototóxicos e evitar se expor por longos períodos a ruídos altos.

No caso de um possível quadro de surdez súbita, deve-se procurar um otorrinolaringologista o mais rápido possível. Esse especialista vai solicitar os testes necessários, que vão confirmar ou não a suspeita do problema. Além disso, caso o problema seja comprovado, ele é o profissional que vai indicar o tratamento apropriado.

Você, ou algum conhecido, possui alguma dificuldade auditiva? Agende uma triagem e Teste Gratuitamente nossas soluções! Ouvir Melhor é Viver Melhor

Você pode gostar
Perda auditiva neurossensorial: entenda o que é
surdo ou deficiente auditivo
Surdo ou deficiente auditivo? Entenda aqui as diferenças
1 Comentário
  • Bruno Nunes Soares Maio 28,2018 at 2018-05-28T16:40:56+00:000000005631201805

    Fiquei interessado. Mas acabei de comprar um aparelho. E prefiro deixar para consultas futuras.

Deixe seu comentário

Seu Comentário*

Seu Nome*
Seu Site

Share This