Dicas

Surdez em pessoas idosas: 4 dicas para ajudar o familiar

Filhos, netos e outros parentes costumam apresentar certa dificuldade em lidar com a surdez de familiares mais idosos. Antes de tudo, é preciso lembrar que essas pessoas estão passando por um problema que impõe diversas dificuldades no dia a dia e prejudica a qualidade de vida.

Por isso, é preciso ter paciência, empatia e tomar alguns cuidados para melhorar a relação com o idoso, além de incentivar que ele siga o tratamento de forma correta para que sua condição não seja agravada. 

Listamos 4 dicas para que você consiga ajudar o idoso com surdez e saiba lidar melhor com essa sua condição. Acompanhe! 

1. Utilize estratégias de comunicação

É muito importante que toda a família saiba da dificuldade auditiva do idoso para facilitar a comunicação com ele. Prefira conversar em um ambiente onde não haja outros sons concorrentes, que podem prejudicar o entendimento. 

Fale de frente, pausadamente, de forma articulada e em um volume claro para que a pessoa compreenda o que você diz — não é preciso gritar. O ideal é que cada um fale de uma vez e sempre chamando a atenção do idoso, seja pelo nome ou com um toque. 

2. Invista em um aparelho auditivo de boa qualidade

A reabilitação auditiva significa muito mais do que ouvir melhor. O uso de um bom aparelho auditivo, que oferece conforto e discrição ao idoso, pode mudar a forma como ele está levando a vida e proporciona ganhos em autoestima, independência e relações sociais. 

Os melhores aparelhos utilizam tecnologias avançadas que permitem conectividade com outros equipamentos, como telefones celulares e televisões. Além disso, eles reduzem zumbidos, ruídos, proporcionam adaptação rápida e som claro — por isso, vale a pena investir em um. 

3. Conte com acessórios complementares 

Uma ótima forma de incentivar o idoso a utilizar o aparelho auditivo é oferecer alguns acessórios complementares que facilitam ainda mais sua vida, entre eles o microfone sem fio, que reduz ruídos em apresentações e palestras, e conectores à TV, que transmitem o som do televisor diretamente para o aparelho auditivo, ambos via conexão bluetooth.

Além disso, existem acessórios importantes para garantir a durabilidade e o funcionamento correto dos aparelhos de audição, como desumidificadores, baterias, carregadores e escovas de limpeza. Tudo isso tem o objetivo de aumentar a vida útil do dispositivo.

4. Procure diminuir a resistência do idoso

É muito comum que o idoso que sofre com surdez apresente certa resistência em seguir o tratamento com aparelho auditivo. Ele pode alegar que o equipamento incomoda, que não funciona direito e que prefere, simplesmente, não usar.

Para vencer essa relutância contra o aparelho, procure depoimentos de pessoas que fazem o tratamento — pode ser de parentes, amigos próximos ou até mesmo de famosos na internet. Isso vai mostrar ao idoso como esse tratamento pode mudar a qualidade de vida de uma pessoa. 

Nesse contexto, buscar ajuda profissional também é muito importante para contar com orientações e com a conscientização do idoso sobre sua condição, bem como a necessidade de utilizar um bom aparelho auditivo. 

A surdez é um problema que atinge muitas pessoas na terceira idade e que pode prejudicar essa que é a considerada a melhor fase da vida. Faça a sua parte: ajude o seu familiar idoso a lidar melhor com esse problema. Todos da família sairão ganhando. 

Aproveite que já está por aqui e confira mais alguns benefícios do aparelho auditivo para o idoso. Boa leitura!

Você pode gostar
ouvido entupído
Ouvido entupido: entenda tudo sobre o assunto!
tecnologia e idosos
Tecnologia e idosos: quais os benefícios de estar conectado na terceira idade?

Deixe seu comentário

Seu Comentário*

Seu Nome*
Seu Site

Share This